Ideias para atividades ao ar livre na Serra da Estrela

Atividades ao ar livre na Serra da Estrela

O parque natural da Serra da Estrela ganha um brilho especial com a chegada da neve, onde vamos encontrar paisagens verdadeiramente impressionantes. Descobrimos animais no seu habitat natural e plantas únicas que só aqui se podem admirar.
As estradas ganham vida, as pistas enchem-se de aventureiros e os trilhos ganham famílias e amigos dispostos a passar uns dias incríveis na montanha.


São muitas as atividades desportivas que a Serra da Estrela nos oferece. Para todas as idades e para todas as dificuldades. Aqui deixamos algumas ideias para uma próxima visita:

Ski e Snowboard

A estação de esqui Vodafone Serra da Estrela, localizada na Torre, conta com nove pistas de dificuldade variável que, pelo inovador processo de neve artificial, está coberta de neve durante toda a temporada de inverno. Os mais principiantes poderão desfrutar do Skiparque, um complexo que conta com uma pista de ski sintética de aprendizagem, com um half-pipe e uma pista de descida de 400 metros de comprimento.

Trenós e Donuts

Aqui a diversão está garantida para toda a família, crianças e adultos. Escorregar por uma pista devidamente preparada, de trenó, ou de donuts. Tens de experimentar!

Percursos Pedestres

Para os que preferem andar por trilhos, na zona de Manteigas, no Vale Glaciar da Serra da Estrela, encontrarão uma beleza natural maravilhosa, uma zona também muito conhecida pela sua indústria têxtil. Se és dos que gostam de desfrutar da gastronomia da terra, o delicioso Queijo da Serra da Estrela tem origem nestas belas pastagens com rebanhos, que fazem destas paisagens locais magníficos e apaixonantes.

Existem também outras opções diferentes de atividades outdoor, como canoagem, BTT, jogos de orientação, passeios em raquetes de neve, parapente, rappel e escalada.

E, como não, fazer bonecos de neve!

Atividade física e Hidratação

Numa atividade física de intensidade moderada e, sobretudo de longa duração, em climas extremos, é bastante importante fornecer ao organismo um ótima hidratação antes, durante e depois das mesmas.

Uma correta hidratação nas atividades ao ar livre passa por beber água, mas também… bebidas isotónicas.

A maioria das pessoas que praticam algum tipo de desporto de maneira regular, costumam prestar pouca atenção à hidratação. Não bebem a quantidade de água suficiente, nem no momento adequado. Sobretudo, depois de um treino intenso devemos repor devidamente a perda de glicogénio, eletrólitos e vitaminas com suplementos desportivos.

Suplementos desportivos para atividades na neve

Um atleta, ou um amador, deve permanecer hidratado. Durante o treino, a temperatura corporal sobe e começamos a transpirar, o que permite ao corpo manter-se refrigerado, mas ao mesmo tempo pode acontecer que percas água e, com ela, sódio e açúcares, necessários para um rendimento máximo.

As bebidas desportivas não só servem para repor a água e os eletrólitos, senão que também favorecem que o organismo absorva o líquido e incluem ainda hidratos de carbono, aminoácidos e outros nutrientes que favorecem a recuperação do organismo. Repor os hidratos de carbono é essencial, já que estes nos fornecem energia para os músculos e ajudam o organismo a manter uma concentração adequada de glicose no sangue.

Através de uma ingestão de nutrientes de fácil absorção, como é o caso dos aminoácidos garantimos que o corpo receba o que necessita nesse preciso momento, o que conduzirá a uma recuperação ótima, muito importante depois de realizar uma atividade física, ainda mais se a mesma se realiza com temperaturas extremas. Geralmente, costuma-se tomar durante o treino, se a duração deste é superior a 90 minutos ou se a intensidade do exercício é muito alta.

Bebidas Hipertónicas

São as bebidas que concentram uma maior quantidade de substâncias dissolvidas, entre elas, água, hidratos e eletrólitos (sódio, potássio, fósforo e cloro). Diz-se que a sua concentração de solutos é superior ao do plasma e, portanto, após a sua toma, o organismo libera água para diluir o líquido ingerido, para levar-lo a um estado isotónico (mesmo equilíbrio que o plasma). Estas bebidas não estão recomendadas em situações onde exista uma temperatura elevada, ou se o desportista sua demasiado. Portanto, são perfeitas para as atividades a baixas temperaturas, quando é necessária uma reposição de nutrientes, que para o caso será energia, em forma de hidratos de carbono.